segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

De 31 de Dezembro a 6 de Janeiro



A carta da semana é o Ás de paus, representada pela Deusa Bastet, Deusa egípcia dos férteis raios de sol que iluminam e aquecem a Terra. A frase que a define é a seguinte: “Eu sou energia, vitalidade, criatividade, nascimento, o fogo.”


Mais uma vez voltamos a ter um ás que representa um início. Este é um aspecto claro de que que estamos a atravessar uma mudança, uma mudança de rumo, uma mudança de consciência. A intuição será a nossa maior aliada. 


Conselho: aproveite toda esta vitalidade para começar o ano em grande e cheio de energia. Este será um ano de acção e por isso mesmo deve aproveitá-lo desde o primeiro momento, com esta força renovada, para seguir em rumo aos seus sonhos e objectivos.

domingo, 23 de dezembro de 2012

De 24 a 30 de Dezembro



A carta da semana é a o 3 de espadas, representada pelas Deusas Normas, poderosas Deusas Escandinavas. As frases que a define são as seguintes: “Nós somos Urd, Verdandi e Skuld, o destino que és e o que deverás ser. Despe a tua alma para nós que somos o teu passado, presente e o futuro.”

Esta semana é natural que sinta alguns ajustes a serem feitos na sua vida. Uma semana em que passado, presente e futuro se encontram. Poderá até sentir uma completa vontade de mudar de rumo ou ajustar os seus objectivos.

Conselho: se tiver esse desejo de seguir algo novo não o reprima, é importante deixar fluir essas emoções e seguir a sua intuição. Afinal de contas deve desfrutar da sua vida ao máximo e quem sabe se essa nova fase não será aquela que lhe trará a felicidade?

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Yule

Foto retirada do site 
A celebração de Yule, também conhecida como Alban Arthan ocorre no Solstício de Inverno, a noite mais longa do ano. Neste Sabbath a Deusa dá à luz o Deus Sol, acabando assim o reinado do Deus Azevinho e começando o reinado do Deus Carvalho que se estende até ao solstício de Verão. Estamos perante o dia mais pequeno do ano, mas em breve os dias irão começar a crescer e aumentar o seu período de luz. Esta celebração ocorre a 21 de Dezembro no Hemisfério Norte/ 21 de Junho no Hemisfério Sul e perlonga-se por alguns dias, tradicionalmente até aos primeiros dias de Janeiro.

Foto retirada do site
É usual haver enfeites de azevinho e visco como decoração, assim como o pinheiro de Yule que representa o nascimento do Deus Sol. Tradicionalmente, na porta de entrada colocar-se uma coroa enfeitada com pinhas e azevinho para dar as boas vindas à luz, sendo também costume oferecer prendas aos mais novos em honra do Deus Sol que nasce. No que toca à culinária os bolos de frutos secos são uma especialidade da época.

Tudo isto soa à celebração actual desta época do ano, o Natal, isto porque o Natal foi buscar muitos dos ritos pagãos, sendo Jesus considerado o Deus Sol do Cristianismo. Em algumas imagens Jesus é representado com um aro luminoso atrás da cabeça, que significa isso mesmo, a luz. Talvez por isso exista tanta polémica em torno da árvore de natal (pinheiro de Yule), porque a sua verdadeira origem é bem mais antiga que o Cristianismo, entre muitas outras adaptações.

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Deusas Horas



Fonte desconhecida
As Horas ou Horae, são as divindades gregas das horas, das estações e do tempo. Filhas de Zeus e Témis, elas protegiam a ordem natural dos acontecimentos. Dike ou Dique representa a justiça universal; Irene ou Eirene, personifica a paz e harmonia no nosso quotidiano e Eunómia representa a ordem ou disciplina, que resulta do esforço para o aperfeiçoamento individual. 


Elas guardavam as portas do Olimpo e eram assistentes de Hera. Eram protectoras da juventude e das plantas e as suas características eram vista como temporárias. Inicialmente Horae significava as estações do ano e só mais tarde, hora, passou a significar a divisão do dia.

Deusa Bastet

Fonte desconhecida
Bastet, também conhecida como Bast, é a Deusa gato Egípcia proveniente de Bubastis, cidade do Delta Nilo. Ela é a representante do poder benéfico do sol, em contraste com a Sekhmet que personificava o seu poder destrutivo. No entanto Bastet é também associada à fertilidade, protectora das mulheres grávidas, da maternidade, Deusa da lua (uma vez que a lua tem grande influência sobre os felinos), também protegia os homens contra doenças contagiosas e maus espíritos. 


O seu animal é o gato. Os gatos foram domesticados muitos cedo pelos egípcios, valorizados como destruidores de serpentes. Sendo um animal muito amado e considerado sagrado, muitas vezes eram cuidadosamente mumificados na sua morte. Bubastis tinha um cemitério enorme só para gatos.

Bastet foi uma das mulheres e irmãs do deus Ra, Deus do Sol, com quem teve dois filhos Nefertum e Mihos. Uma lenda referia que Bastet acompanhava num barco por um milhão de anos, o Deus Rá em sua jornada diária através do céu, e que à noite ela lutava com o inimigo de Rá, a serpente Apep. A Deusa é normalmente descrita como uma mulher com cabeça de gato, carregando um sistro e uma cesta, ou como um gato no seu todo. Em ambas as formas existem gatinhos a seus pés.   

domingo, 16 de dezembro de 2012

De 17 a 23 de Dezembro



A carta da semana é o 3 de paus, representada pelas Deusas Horas, Eunomia, Dike e Irene, a justiça, a disciplina e a paz. A frase que as define é a seguinte: “O poder das estações que nós controlamos tem sido celebrado desde os primórdios dos tempos. Agora esse poder está nas tuas mãos”.


Esta semana será caracterizada por uma união desses três valores, a justiça, a disciplina e a paz. Serão eles a chave para o seu crescimento de forma a atingir os seus objectivos. A sua intuição estará extremamente apurada. Não se deixe controlar pelo tempo (ou falta dele).


Conselho: tenha cuidado com as correrias e o stress. Deve fazer uma análise interior e acalmar-se, em vez de andar na azáfama própria desta altura do ano. Saiba disciplinar-se a si mesmo, mantenha-se justo nas suas decisões e o mais pacífico possível.

domingo, 9 de dezembro de 2012

De 10 a 16 de Dezembro



A carta da semana é o Ás de paus, representada pela Deusa Bastet, Deusa egípcia dos férteis raios de sol que iluminam e aquecem a Terra. A frase que a define é a seguinte: “Eu sou energia, vitalidade, criatividade, nascimento, o fogo.”


Esta semana será caracterizada por um novo início onde a sua intuição será o seu guia mais precioso. É natural que se sinta com vontade de fazer algo novo, uma energia renovada, um novo projecto, uma nova forma de estar para com a vida e para com os que o rodeiam.


Conselho: aproveite bem esta semana de criatividade, de criação e deixe esta nova energia fluir. Ela poderá ser-lhe de grande utilidade na sua evolução. Confie na sua intuição, pois o seu eu interior dir-lhe-á qual o melhor caminho a seguir.