segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

De 30 de Dezembro a 5 de Janeiro

A carta da semana é o 8 de paus, representada pela Deusa Flora, Deusa Romana da floração. As frases que a definem são as seguintes: “Deita-te comigo neste tapete macio de relva. Cheira as fragrâncias da primavera, fecha os olhos e sonha o teu mais bonito sonho.”

Esta é uma excelente altura para nos entregarmos e desfrutarmos dos nossos sonhos. É um tempo propício à reflexão e apreciação daquilo que mais desejamos. Nesta fase de leveza, alegria e entrega é fundamental deixar fluir os sonhos mais profundos do nosso intimo. 


Conselho: Aproveite o simples facto de estar vivo e as maravilhas que tem ao seu redor. Deixe-se levar nesta corrente de auto-apreciação e motivação, dando asas à sua imaginação fértil. Esta é uma óptima carta para o ano que se inicia.  

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

De 23 a 29 de Dezembro


A carta da semana é o 10 de espadas, representada pela Ninfa Sakuntala, ninfa indiana do azar. As frases que a definem são as seguintes: “Eu sou vítima inocente de uma maldição cruel. Estou sozinha, com medo e desesperada nesta floresta sombria. Quem sabe o que será de mim…” 

Esta semana poderá sentir-se como se o mundo estivesse contra si e a sentir-se amaldiçoado. Sendo este um 10 significa que o ciclo está completo e prestes a fechar-se. Talvez seja hora de parar de achar que estão todos contra si e criar você mesmo as suas oportunidades.


Conselho: É sempre mais fácil culpar os outros, ou o Universo, pela nossa falta de sorte. Assim não assumimos as nossas responsabilidades pela nossa vida. Talvez seja hora de ganhar coragem e enfrentar os seus vilões. Afinal “a sorte protege os audazes”. 

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Deusa Hestia

A Deusa Hestia, também conhecida por Hearth, é a Deusa grega do lar, da família, do aconchego da casa, do fogo doméstico e do fogo que ardia no altar dos Deuses.  Ela é a primeira filha de Cronos e Reia, irmã de Zeus e Hera, e por isso a mais antiga do Olimpo.

Tanto Poseidon como Apolo queriam casar-se com ela, mas a Deusa colocou-se sob a protecção de Zeus como eterna virgem. Ela era uma Deusa ligada à família, representando a estabilidade. Cabia a Héstia receber o primeiro pedaço de cada sacrifício. Cada casa tinha um santuário para ela e casa cidade uma lareira que ardia perpétuamente em sua hora. Os colonos levavam o carvão dessas lareiras quando se estabeleciam nas suas novas colónias.


Existe a lenda de que a Deusa permanecia eternamente no Olimpo, mas há quem defenda que ela era uma das divindades do Jardim das Hespérides

Deusa Pandora

Imagem retirada do site
Após o Titã Prometeu ter roubado o fogo dos céus e o ter revelado à humanidade, Zeus enfurecido mandou criar uma mulher em que cada um dos Deuses lhe desse um dos seus dons como presente. Assim a Deusa Pandora foi criada com a beleza da Afrodite, o conhecimento de Atenas, o dom da fala de Hermes, o dom da música de Apolo,… Após a sua criação, Zeus deu-lhe uma caixa que ela nunca deveria abrir, nela continha todos os males da humanidade. Mas a Deusa Pandora abriu a caixa, deixando todos os males escapar e assombrar a humanidade que vivia em plena harmonia até então. Apenas um único benefício ficou na caixa, a esperança.


A Deusa Pandora é conhecida como o presente de todos ou pela divindade doadora de talentos divinos, assim como a sua famosa caixa a transformou na Deusa que carrega todos os males do mundo. 

De 16 a 22 de Dezembro

A carta da semana é o 6 de ouros, representada pela Deusa Acca Larentia, divindade romana. As frases que a definem são as seguintes: “Vinde a mim, vinde todos vós. Estende a tua mão, leva estas moedas. A minha riqueza agora é tua.”

Esta semana a energia predominante é a partilha. Existirá uma enorme vontade de se partilhar aquilo que se tem. Tendo em conta a altura do ano em que estamos, é uma carta mais do que adequada para a energia da época.  

Conselho: não se esqueça que existem muitas formas de partilha e nem sempre os bens materiais são os que mais importam. Lembre-se de partilhar também o seu tempo, a sua dedicação, o seu amor. Partilhe o melhor de si. 

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Yule

Já se sente o cheiro de Yule no ar e como não podia deixar de ser, esse é o tema deste mês. Deixo-vos algumas fotos de árvores de Yule (Natal) que encontrei nestes dias. Sendo também este o mês do meu aniversário, reservo a ultima foto para um presente muito especial que recebi. 

Árvore da Nancy

Árvore do aeroporto de Lisboa
Árvore do Hospital de Santarém
A minha árvore
A minha grinalda da porta de entrada
A minha prenda de aniversário

Confiram as fotos deste mês do blog O campo tão perto...

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

De 9 a 15 de Dezembro

A carta da semana é o 2 de copas, representada pela Deusa Psyche, Deusa grega do amor romântico. A frase que a define é a seguinte: “Finalmente juntos meu amado. O teu abraço aquece-me, conforta-me, sustenta-me e fortalece-me.”

Esta semana o amor anda no ar. Dedique algum tempo à sua cara-metade e permita sentir-se apaixonado. O amor tem o poder de nos transformar e melhorar quem somos, assim como a darmos mais valor à vida e às nossas emoções.


Conselho: não tenha medo do amor. Dedique-se ao seu companheiro. É altura de fazer um gesto romântico e reavivar a paixão. Seja criativo, seja romântico, mas sobretudo, desfrute de cada momento.   

De 2 a 8 de Dezembro

A carta da semana é XIX – O Sol, representada pela Deusa Amaterasu, Deusa Japonesa do Sol. A frase que a define é a seguinte: ”Semicerra os olhos ou ficarás cego perante a minha beleza. Eu sou a luz que ilumina o mundo, o calor que gera a vida e a boa saúde.”  

Esta será uma semana luminosa, cheia de boa energia. Aproveite esta fase que mais parece bom de mais para ser verdade. Os objectivos estarão em alta, assim como a sua motivação. Basta apenas abrir-se a tal.

Conselho: aproveite esta energia positiva para recarregar baterias. Por vezes sabe bem o calor do sol, o seu conforto e aconchego. Desfrute, deixe-se levar por esta luminosidade. Sinta-se bem, cheio de energia e de vontade de vencer. 

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

De 25 de Novembro a 1 de Dezembro

A carta da semana é o 10 de copas, representada pela Deusa Hestia, a Deusa grega da família e do lar. As frases que a definem são as seguintes: “O meu abraço é como o calor da lareira e do amor aos entes queridos. Nos meus braços sentes-te amado, seguro e em paz.”

Esta semana teremos uma energia de união familiar. Sendo o número 10, representa também uma carta de final de ciclo ou ciclo completo. O que indica que estamos no final da linha e que um novo ciclo irá começar em breve, muito provavelmente relacionado com os nossos sentimentos ou com o nosso lar.  

Conselho: esta semana dedique mais a sua atenção à família. Apesar de esta época apelar bastante à futilidade, é no natal que a família ganha um significa mais acentuado. Tente encontrar o sentimento de sentir-se em casa e confortável no seu lar. 

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

De 18 a 24 de Novembro

A carta da semana é o 3 de copas, representado pelas Graças: Thalia ; Aglaia e Euphrosyne. A frase que as define é a seguinte: “Toma um copo e dança connosco. Nós somos o esplendor, abundância e alegria. Somos as Graças e celebramos o teu sucesso”.

Esta semana terá uma energia de celebração da vida e das suas bênçãos. Deixe-se levar pelos bons momentos. Por vezes é importante disfrutarmos do que temos, ter um momento só nosso, sem a pressão de estar preocupado a todo o instante.

Conselho: esta semana faça algo que lhe dê imenso prazer, que o faça sentir vivo ou simplesmente que lhe arranque um sorriso sincero. Faça isso por si, pelo seu bem-estar. Tente relaxar um pouco e ser mais despreocupado durante esta semana. O que tiver de ser será. 

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

De 11 a 17 de Novembro

A carta da semana é o 4 de copas, representado pela Deusa Pandora. As frases que a definem são as seguintes: “O meu nome é Pandora e a Grécia é a minha terra. Eu possuo grandes riquezas, mas não estou feliz. O tédio, a monotonia, e a insatisfação oprimem-me."

Esta semana iremos dar mais valor à nossa realização pessoal. O sentimento de que nada nos preenche por mais coisas que possamos ter, pode ser frequente e por vezes desolador. Não se sente realizado com o que tem, mas acaba por perder tempo focado nessas mesmas coisas que não lhe trazem realização.


Conselho: Talvez precise de ser livrar de algumas coisas para dar espaço ao novo. Não se deixe levar para monotonia e tente trazer novidades à sua vida, nem que seja apenas por diversão. O ideal seria fazer uma meditação para perceber porque não se sente realizado. 

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Samhain

O tema deste mês é o Samhain. Infelizmente este ano não tive oportunidade para tirar muitas fotos, por isso apenas uma delas corresponde a este ano. As restantes fotos são de Samhains anterior e aproveito desde já para dedicar a todo o pessoal com quem já passei o Samhain (eles sabem quem são).


Espero que gostem das fotos!


Samhain 2010























Samhain 2010














Samhain 2010














Samhain 2010














Samhain 2011










Samhain 2013








































É como enorme prazer que anuncio que mais dois blogues decidiram juntar-se a este projecto, confiram as fotos em Errar, superar, aprender e recomeçar é assim que devemos levar a vida.O campo tão perto... adoro cavalos



no entanto se desejas juntar-te a nós ainda o podes fazer, basta deixares um comentário com essa tua intenção.


segunda-feira, 4 de novembro de 2013

De 4 a 10 de Novembro

A carta da semana é a X - A Roda, representada pela Deusa Arianrhod, Deusa Galesa senhora do Karma. A frase que a define é a seguinte: “O teu destino é a minha roda de prata que gira continuamente, um momento em teu favor, o próximo encontro-te a ti.”

Por muito que tentamos não podemos fugir do karma. Esta semana estará relacionado com isso. Quem tem trabalho para melhorar o seu karma irá ter uma folga e as coisas irão melhorar, mas quem tem estado preguiçoso nesse sentido o karma acaba sempre por nos encontrar.

Conselho: seja qual o sentido que a roda girar, não desanime. Se as coisas não correrem bem é importante que perceba que precisa de fazer algo por si e por que lhe é mais próximo. Seja como for não se esqueça “não há bem que sempre dure nem mal que nunca acabe.”

terça-feira, 29 de outubro de 2013

De 28 de Outubro a 3 de Novembro


A carta da semana é a Rainha de Paus, representada pela Deusa Kuan Yin, Deusa Chinesa da compaixão. As frases que a definem são as seguintes: “Minha alma é benevolente e misericordiosa. Meu coração é aberto e sincero. Meu sofrimento foi a minha iluminação.”

Esta semana existe uma energia bastante compassiva. É altura de esquecer os problemas que ficaram para trás e olhar para as oportunidades que estão a surgir à sua frente. Foi o seu sofrimento que lhe trouxe o conhecimento que possui, não o amaldiçoe por isso, apenas o aceite.

Conselho: olhe para o lado mais positivo da vida e para aquilo que tem de bom neste momento em mãos. Tente desprender-se de sentimentos menos nobres, como a mágoa, a raiva, a inveja, a ira... e concentre-se nas novas oportunidades que irão surgir. 

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

De 21 a 27 de Outubro

A carta da semana é XII - O Pendurado, representada pela Deusa Frigg, Deusa Escandinava, esposa de Odin. A frase que a define é a seguinte: “A espera e o sacrifício de nove dias e nove noites são a chave que abre as portas do conhecimento e da sabedoria.”

Esta semana será um período de espera. É uma espera imposta ao qual não desejamos, no entanto é importante que aproveite esta fase para adquirir conhecimento, uma vez que a sua envolvente não lhe permite avançar.

Conselho: Aproveite esta pausa para a sua evolução, mesmo que as oportunidades não surjam como gostaria, prepare-se para elas, para quando for a hora. Por vezes o universo obriga-nos a parar para buscarmos o conhecimento dentro de nós mesmos. 

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Deusa Kuan Yin

Imagem retirada do site
Deusa Kuan Yin, é uma Deusa Chinesa de origem Budista. É-lhe atribuído nomes, entre eles Kwan-Yin; Guanyin, Quan'Am, Kannon, Kanin entre muitos outros. Ela é a Deusa da fecundidade e da cura, conhecida como “a que suporta os gritos do mundo” e sacrifica a sua iluminação para o bem e eliminação do sofrimento da Terra. Também conhecida como Sung-tzu niang-niang "a senhora que traz as crianças".


A característica predominante é a misericórdia, sendo ela a Deusa da compaixão e dos milagres. A sua imagem está na maioria dos lares chineses, sentada sobre um flor de lótus, com uma criança nos braços, ou às vezes em um leão. Ela é também descrita como feiticeira, professora da magia, ou Deusa do oráculo ou até como prostituta. Na china rural, para um homem normalmente se aproximar dela tem de ser através de uma mulher intermediária. Se nenhuma estiver disponível, ele precisa de apelar à Deusa por ele mesmo, pedindo desculpa pela omissão de uma intermediária.

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

De 14 a 20 de Outubro

A carta da semana é o 5 de espadas representada pela Deusa Sif, Deusa Escandinava, esposa do Deus Thor. A frase que a define é a seguinte: “Humilhação, vergonha, perda e desonra. Eu fui traída e enganada por um pobre coitado que agora foge de mim.”

Esta semana voltamos a ter uma energia um pouco pesada. A desilusão não só venceu como sentimos que nos tiraram algo valioso, que fomos apunhalados pelas costas. Existem sempre pessoas que nos querem afectar, nem que seja por brincadeira ou mesmo por maldade pura.

Conselho: Esteja mais atento e desconfiado esta semana, para não ser surpreendido por falsos amigos. Por vezes são aqueles que estão mais próximos que mais nos magoam e desiludem, por isso tente esclarecer todas as situações logo de início para não levar a mal entendidos. 

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

De 7 a 13 de Outubro

A carta da semana é o 4 de ouros, representada pela Deusa Inanna, Deusa Suméria da posse. As frases que a definem são as seguintes: “A sede de dinheiro e conhecimento é irresistível e a mais difícil de aplacar. Estabelece limites a ti mesmo ou a tua sede será o teu mestre.”

Esta semana temos uma energia de ambição e força de vencer, no entanto tudo tem o seu peso, conta e medida. Talvez a fasquia esteja demasiado alta e corre o sério risco de não alcançar os seus objectivos devido a isso.

Conselho: tente não elevar demasiado as suas expectativas, para não saírem defraudadas mais tarde. É preferível que por agora deixe as coisas acontecerem por si mesmas, ao seu ritmo, sem forçar. O que tiver se ser seu será. 

domingo, 6 de outubro de 2013

Outono - Mabon

O equinócio de Outono que começou no final do mês passado. É por isso que os dourados serão o padrão. Como sabem adoro fotografar árvores, por isso aqui vai mais umas fotos do parque neste inicio de Outono.


Espero que gostes e se desejas juntar-te a este projecto ainda o podes fazer, basta deixares um comentário com essa tua intenção. 


A árvore castanha

Os primeiros sinais de Outono

A árvore do lago

Folhas caídas

O contraste e a mudança de estação

Bem-vindo Outono

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

De 30 de Setembro a 6 de Outubro

A carta da semana é o valete de copas, representado pela Deusa Hebe, a copeira dos Deuses gregos. A frase que a define é a seguinte: “ Eu dou-te o cálice que contém o néctar da eterna juventude, inocência, espontaneidade e optimismo.” 

Esta semana temos uma energia bastante juvenil e romântica no ar. Se está a enfrentar uma situação delicada, esta semana terá uma folga para poder respirar.  Algo inesperado, uma boa oportunidade com que não contava ou simplesmente uma noticia prometedora estão para surgir.

Conselho: não deixe nenhuma ponta solta, nenhuma oportunidade de lado. Sendo esta carta um valete, temos aqui a ingenuidade e a juventude por isso não se esqueça “não menospreze começos humildes”. 

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

De 23 a 29 de Setembro


A carta da semana é a Rainha de Paus, representada pela Deua Kuan Yin, Deusa Chinesa da compaixão. As frases que a definem são as seguintes: “Minha alma é benevolente e misericordiosa. Meu coração é aberto e sincero. Meu sofrimento foi a minha iluminação.”

Nesta semana dê menos importância aos bens materiais e concentre-se nas relações que tem à sua volta, principalmente filhos ou crianças que tenha perto de si. A verdadeira força não vem do seu castelo, mas dos laços de afecto que cria ao longo do tempo.

Conselho: tente não se preocupar muito com seu lado material ou financeiro. Mesmo que as coisas não estejam bem neste campo, valorize aquilo que tem de melhor à sua volta, as pessoas que você ama e importância que elas têm na sua vida. 

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

De 16 a 22 de Setembro

A carta da semana é o cavaleiro de ouros, representada pela Deusa Aine, Deusa Irlandesa. A frase que a define é a seguinte: “ Eu sou a Deusa que concede ao homem a estabilidade, a segurança, a perseverança e a diligência”

Esta semana será bastante propícia para começar a se encaminhar em direcção os seus objectivos. Comece a trilhar o seu caminho, mas sempre com os pés bem assentes no chão. A energia desta semana proporciona-lhe grande probabilidade de sucesso.

Conselho: apesar de ser um momento muito bom para agir e alcançar o que pretende, nada vem ter a si de mão beijada. Pense em formas de abrir caminhos e crie as suas próprias oportunidades, verá que os resultados irão aparecer. 

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

De 9 a 15 de Setembro

A carta da semana é o cavaleiro de paus, representado pela Deusa Iris, mensageira das Deusas gregas. A frase que a define é a seguinte “Vou viajar durante dias e dias, vou cavalgar num arco-íris e atravessar vales encantados para te entregar uma mensagem que te é destinada”.

Esta é uma semana de mensagens e boas notícias. Mesmo que você não sinta isso, o universo está a conspirar em seu favor e boas notícias estarão a chegar até si. Afinal, nem sempre tudo é mau e por vezes a esperança vem de onde menos esperamos.


Conselho: esta semana mantenha-se atento. Não feche a porta a nenhuma oportunidade e explore todos os convites e possibilidades que lhe apareçam, mesmo que os ache extremamente improváveis ou sem valor. 

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Setembro

Este mês o tema será a tranquilidade. O Verão está a terminar e a dar as boas vindas ao Outono. Já se sente uma certa nostalgia no ar e estando o Outono ligado ao elemento água é uma altura de reflexão, de limpeza, de calma e... tranquilidade. 


Deixo assim algumas fotos de alguns objectos pessoais que me trazem esse sentimento. 



Confiram também as fotos do outro blog associado Errar, superar, aprender e recomeçar é assim que devemos levar a vida.

Espero que gostem e se desejas juntar-te a este projecto ainda o podes fazer, basta deixares um comentário com essa tua intenção. 



O meu Buda de jardim e a mini roseira que já começa a murchar 
Incenso com as velas acompanhantes 
Filtro de sonhos 
Pentragrama feito de pedras semi-preciosas 
Uma prenda muito especial que me foi dada 
O amigo patinho a tomar banho de rosas

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

De 2 a 8 de Setembro

A carta da semana é o 7 de espadas, representada pela Deusa Blodewedd, Deusa astuta e vaidosa de Gales. A frase que a define é a seguinte: “Meu rosto esplêndido, delicado como uma flor, deslumbra e engana. Meu sorriso esconde apenas a falsidade, a deslealdade e a traição.”

Esta semana voltamos a ter uma energia de futilidade e vaidade. Cuidado com as traições, não apenas físicas, mas de todo o género. Dar a ideia errada de quem se é, e passar uma imagem bem mais atraente, mas sem conteúdo de si mesmo.

Conselho: por vezes dá vontade de iludir e enganar, por vaidade por ego, não importa. Mas tenha cuidado, lembre-se de que tudo o que fazemos retorna a nós. Quando a nossa máscara cai, normalmente a desilusão que fica é bem mais pesada e difícil de ultrapassar. 

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

De 26 de Agosto a 1 de Setembro

A carta da semana é o 3 de paus, representada pelas Deusas Horas, Eunomia, Dike e Irene, a justiça, a disciplina e a paz. A frase que as define é a seguinte: “O poder das estações que nós controlamos tem sido celebrado desde os primórdios dos tempos. Agora esse poder está nas tuas mãos”.

Esta é uma semana de alguma exigência para si. Deve ouvir a sua intuição, manter-se firme e calmo, não fazer juízos de valor apressados e disciplinar-se aperfeiçoando algumas das características que são menos negativas no seu carácter.

Conselho: esta semana surpreenda-se a si mesmo, vá mais longe, ponha à prova o seu auto-aperfeiçoamento. Você tem um enorme poder dentro de si, muitas vezes pode nem dar-lhe o devido valor. Desenvolva-o e surpreenda-se a si mesmo. 

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Porque no Hemisfério Sul se abre o circulo no sentido anti-horário

Porquê há pessoal que abrem o circulo mágico no sentido contrário no Hemisfério Sul? E como se deve abrir realmente?
Este tópico pretende responder a essas perguntas. 

Foto retirada do site

Já encontrei algum pessoal pagão brasileiro que abre o círculo de forma contrária e isso sempre me fez confusão. Afinal no hemisfério Sul os pontos cardeais não são os mesmos? O Sol não nasce a Este e põe-se a Oeste? Então porquê desenhar o círculo de forma contrária?

Isso deve-se à força de Coriolis. Vou deixar um ficheiro informativo no final do post, assim como um filme que podem assistir sobre este efeito. Mas uma das consequência da força de Coriolis é a forma como a água corre na pia. Sendo que no Hemisfério Norte a água escorre no sentido anti-horário e no Hemisfério Sul a água escorre no sentido horário.



Desta forma é possível perceber que, para mandar energia embora, no Hemisfério Norte deve ser feito pelo sentido anti-horário (quando fechamos o circulo mágico, fazemos nesse sentido) e para canalizar energia devemos seguir o sentido horário (como na abertura do circulo). Já no Hemisférios Sul, funciona de forma oposta. Ora para quem abre o círculo no Hemisfério Sul fica o dilema: fazer no sentido horário seguindo os elementos e os quadrantes? Ou abrir o círculo tendo em conta a força de Coriolis?



Nós devemos abrir o círculo no sentido horário, porque tem uma lógica, se começamos por Este, o Este representa o início, a manhã, o nascimento, a Primavera, quando nos deslocamos para Sul, o que corresponde ao sentido horário, temos a representação do fogo, da adolescência, do meio-dia, o Verão, e ai por diante. Ora no Hemisfério Norte não temos qualquer problema, pois a força de Coriolis, neste Hemisfério, faz com que a o sentido horário seja a canalização da energia o que coincide com os elementos e a forma de abertura do círculo. Mas, e quem está no Hemisfério Sul? Como fazer?

A meu ver, quem é do Hemisfério Sul deve fazer aquilo que sentir melhor. Se quiser respeitar a força de Coriolis e canalizar a energia no sentido anti horário então que assim seja, se por sua vez prefere seguir os elementos e a ordem do círculo então tudo bem. Acho que se fosse eu seguia pela segunda, pois para mim não me faria sentido abrir um círculo indo da velhice , para a fase adulta, depois para a adolescência e por fim nascimento… simplesmente não me encaixava. Tendo em conta que existe aqui, esta divergência, também não posso dizer que seja errado fazer no sentido contrário. 

Às vezes tenho a sensação que as religiões foram pensadas no Hemisfério Norte e quando são adaptadas ao Hemisfério Sul acaba por haver esta lacuna. Por exemplo nós podemos ligar o Yule ao Natal sem qualquer problema, agora quem está no Hemisfério Sul, festejar Litha que representa a força máxima do Deus, quando anda tudo a celebrar o nascimento, deve ser muito desconcertante. Mas isto é apenas um pensamento meu.

Este foi um tópico que abri no Forum Mundo Verde, por isso sinta-se à vontade de deixar aqui as suas sugestões e dúvidas ou ir até lá participar na discussão. 




terça-feira, 20 de agosto de 2013

Meditação para iniciantes

Para quem está agora a começar a prática da meditação, existem algumas dicas úteis que podem ajudar. Vou fazer a explicação de todo o processo e para ter em mente aquilo que poderá esperar. 


Tal como toda a gente, eu também já fui iniciante nesta área e deste modo vou tentar passar os ensinamentos que me passaram na altura. Eu comecei a meditar aos 15 anos, num clube de ioga que havia na escola secundária. Inicialmente o meu professor explicou-me que é natural, ao inicio, sentir-mo-nos bastante impacientes e desconfortáveis em estar tanto tempo na mesma posição. Começamos a sentir comichão e dormência por todo o lado, mas com o tempo vamos esquecendo o corpo e aguentando cada vez mais, até que nos esquecemos por completo de como estamos fisicamente.

Foto retirada do site


Deve-se adoptar uma posição confortável. Desengane-se quem pense que para meditar precisar estar obrigatoriamente na posição de ioga conhecida, pois esta nem sempre é a posição mais confortável e nem todas as pessoas a conseguem fazer. Podem escolher por estarem sentados numa cadeira com as costas direitas, ou sentados sob uma almofada encostados a uma parede. O que importa é que tenha as costas o mais direitas possível e que adopte uma posição onde a sua energia possa fluir livremente. Pode também meditar deitado, de barriga para cima, braços e pernas ligeiramente abertos. Apenas deve ter cuidado para não arrefecerem nem adormecerem nesta posição. 

Depois de escolher a posição mais favorável, deve começar por relaxar todo o corpo. Leve o tempo que for necessário, ao seu ritmo. Inicialmente relaxar todo o corpo demora bastante tempo, porque não estamos habituados a dar atenção aos nossos músculos, nervos e tendões. Comece pela cabeça ou pelos pés, como preferir. Inicialmente começava pela cabeça pois era o mais "próximo" da minha atenção, indo até aos pés que é o mais afastado, mas com o tempo mudei para os pés que para mim é o mais fácil relaxar e a cabeça o mais difícil. 


Vou exemplificar começando pelos pés, mas pode seguir a outra forma, como preferir:
Foto retirada do site
Fixe a sua atenção nos dedos dos pés e sinta eles a relaxar. Se não os conseguir relaxar, obrigue-os com a sua força de vontade, afinal é o seu corpo. Se ele não estiver a responder à sua vontade, só mostra como o seu corpo está desfasado da sua mente. Se mesmo assim, os dedos não obedecerem, mexa-os ligeiramente e depois volte a tentar relaxar. Continue com o processo, subindo pelos pés, tornozelos, pernas, joelhos, coxas, coluna vertebral (vértebra a vértebra), órgãos internos, mãos, braços, ombros e na cara faça de forma pormenorizada como: queixo, boca, nariz, bochechas, olhos, sobrancelhas, testa e coro cabeludo. O objectivo é relaxar TODOS os músculos que  não estão a utilizar para se manter na posição em que se encontra. A posição mais relaxante neste caso, é mesmo deitado no chão, mas corre o risco de adormecer. Pode não saber quando está relaxado, mas o truque é sentir que está a despir-se do seu corpo ou se tiver deitado no chão, que está cada vez mais colado ao chão ou cada vez mais leve. 
Quando estiver totalmente relaxado (demore o tempo que for necessário), deve usar uma das técnicas para acalmar a respiração. Deve respirar sempre pelo nariz, tanto a inspirar como a expirar. Concentre-se na sua respiração, faça respirações cada vez mais pausadas. Uma forma de relaxar a respiração é: de forma suave conte mentalmente até 6 a inspirar e até 12 a expirar, repetindo várias vezes. Deixa-se ir, respire normalmente, até que já não "ouça" a sua respiração. 
Foto retirada do site
Existe outra técnica de respiração muito útil para exercícios de visualização, viagens astrais ou viagens interiores. Chama-se técnica do 4, que consiste em inspirar contando (mentalmente) até 4, aguentando o ar contando (mentalmente) até 4, expirar contando (mentalmente) até 4 e permanecer de pulmões vazios contando (mentalmente) até 4.

Após ter cuidado do corpo, vai então cuidar da mente. Primeira coisa muito importante: esvaziar a mente. NÃO CONTROLE OS SEUS PENSAMENTOS, deixe eles fluírem livremente. É como se tivesse a ver um filme com as cenas passar à velocidade que desejam. No início, os pensamentos são tantos que se atropelam uns aos outros, isso também acontece quando andamos mais cansados ou preocupados ou quando estamos muito tempo sem meditar. Deixe os pensamentos fluírem e verá que aos poucos eles vão acalmando e "ficando" mais tempo na nossa mente. Conforme for praticando vai deparar-se com meros segundo de vazio, onde já não há pensamentos. Aos poucos, esses vazios vão aumentando. Quando encontra esse vazio, está no centro do seu ser, da sua mente. Não os force, deixe eles venham naturalmente e se ainda tiver pensamentos a perturbarem esses vazios, deixe-os virem e irem consoante a vontade "deles". 

Quando estão no vazio é porque a mente já está relaxada e podem começar os exercícios de visualização, se for esse o objectivo. Se não, tentem meditar mais tempo aumentando o período de tempo com a mente no vazio. Esse estado de vazio permite-nos alcançar maior clareza de raciocínio no nosso dia a dia, assim como um maior controlo dos nossos sentimentos, pensamentos e acções. 

Tudo isto requer prática a é um lento processo, mas compensa bastante. Com o tempo, vai ficando cada vez mais fácil. Eu costumava (e ainda o faço) relaxar todo o corpo sempre que podia, principalmente antes de dormir. Aos poucos fui-me apercebendo da quantidade de vezes que estava tensa sem necessidade nenhuma, como se tivesse permanentemente alerta. Quanto isso acontece, ficamos muito cansados e prejudica a clareza de pensamento, para não falar de outros problemas como o stress e bloqueios energéticos. 
Foto retirada do site

Na altura o meu professor disse-me que quem fazia meditação tinha mais consciência do seu corpo e sente logo as mudanças, como quando adoece. Eu na altura fiquei na dúvida, mas agora percebo. Tenho uma sensibilidade completamente diferente sobre mim mesma. Sei mais facilmente quando vou ficar constipada ou por exemplo quando engravidei, o meu corpo deu sinais subtis muito no inicio, o que a maioria das mulher não estão habituadas a ouvir o seu corpo.

Este foi um tópico que abri no Forum Mundo Verde, por isso sinta-se à vontade de deixar aqui as suas sugestões e dúvidas ou ir até lá participar na discussão.